20 de mai de 2015

Resenha: Fazendo Meu Filme 2, Fani na Terra da Rainha


Livros. Tá ai uma coisa que eu amo! Mas me contem, tem como não amar? Livros são como portais que nos levam para universos paralelos. É através deles que ampliamos nosso vocabulário, e claro, mergulhamos nas histórias mais incríveis! Quando conheci a série "Fazendo meu Filme", posso dizer com toda certeza que sim, foi amor à primeira vista. Me apaixonei pela escrita da Paula desde o início! É delicada, detalhada e bem fluída. A gente vai lendo e nem se dá conta do tempo! Ela vai narrando tudo sem pressa, com riqueza de detalhes e extremo envolvimento emocional. Acreditem, a gente sente como se estivesse vivendo ao lado da protagonista!
Mais uma vez a Paula conseguiu me arrancar sorrisos e lágrimas. O livro é fofo, leve e delicioso, como o primeiro da série, mas com uma diferença: se passa na Inglaterra! Junto com a Fani, conhecemos um pouco desse país lindo e, diversas vezes, dá vontade de mergulhar na história e ficar por lá mesmo pra sempre. Enfim, espero que curtam mais essa resenha! Vamos lá:
Título: Fazendo meu filme 2, Fani na terra da Rainha 
Autora: Paula Pimenta
Páginas: 327
Editora: Gutenberg
Classificação: 
Sinopse: Depois de conquistar milhares de leitores e leitoras, a nossa doce e querida Fani volta ainda mais divertida e encantadora. O segundo volume do livro Fazendo meu filme apresenta as aventuras de Estefânia Castelino Belluz na terra da rainha. Sim, na Inglaterra! Longe do grande amor, ela passa por momentos de alegria, dor, saudade, tristeza e, mais do que isso, pode conhecer melhor a si mesma. Sem deixar de lado suas amigas inseparáveis e sua família, ela consegue, no outro continente, viver momentos cheios de suspense, revelações, aventuras, descobertas e emoções fortíssimas! Feliz, triste, preocupada, ansiosa, temerosa, otimista, insegura, cheia de si, apaixonada, desiludida, seja como estiver, Fani mostra a cada página deste livro que não é mais aquela menina tão frágil que muitas vezes se escondia por trás de sua timidez.
Mais do que a história de uma adolescente que se encoraja a fazer intercâmbio e morar fora por um ano, este livro fala de um grande e delicado amor. Em meio a uma avalanche de sentimentos e acontecimentos surpreendentes, ela consegue viver intensamente na Inglaterra, conhecendo pessoas que conquistam seu coração e sua amizade para toda a vida. Porém, o melhor filme de sua vida ainda está para ser contado, ou melhor, vivido…


Fani vai para Brighton passar um ano em intercâmbio. Como tudo na vida tem seus pontos positivos e negativos, ela vai ter que aprender a lidar com as mais diversas situações. E a forma como a Paula descreve tudo com muitos detalhes, nos deixa ainda mais próximos da personagem. Mas, por outro lado, eu mesma pude me identificar bastante com a personalidade da Fani, que é uma adolescente centrada, responsável, sonhadora, caseira, apaixonada por filmes e super tímida.

Nesse segundo livro, acompanhamos a adaptação da Fani na Inglaterra, percebemos as diferenças de costumes, de comportamentos, de clima e de ambiente. Ao mesmo tempo vamos assistindo às mudanças na própria Fani, seu crescimento e seu consequente amadurecimento proporcionado pela experiência de vida que estava vivendo. No começo, fiquei com muita raiva dela, pela besteira que faz por achar ser o melhor naquele momento. Depois, tive mais raiva ainda da consequência daquela sua atitude. Depois, fiquei muito chateada com a forma que o Leo lidou com a situação toda. E olha que foi difícil mantê-lo na jogada, porque quando Christian entra na história, juro que nem lembrava mais que o Leo existia. Christian é um brasileiro que foi para Londres para estudar cinema. Ele conhece Fani por acaso numa sorveteria e o destino se encarrega de uni-los depois. Ele parece ser o oposto do Leo, que esteve por um longo tempo ao lado do amor da sua vida mas não conseguiu deixar isso claro para ela. Christian não perde tempo, ele diz  tudo o que sente de forma clara e direta. Não teve medo de se expor e de se envolver. Não fugiu dos seus sentimentos, correu atrás do que queria sem medir esforços para conquistar seu coração. O problema? Ele não é o Leo.

Os capítulos continuam sendo iniciados por trechinhos de filmes que têm a ver com o conteúdo daquele capítulo. E o que mais me encantou na história foi a forma como a autora nos manteve por dentro da vida dos personagens que ficaram no Brasil. É comum, quando o livro é narrado em primeira pessoa, nós vivermos a história pelos olhos da narradora e só sabermos o que acontece onde ela está naquele momento. Com a Fani indo para Inglaterra, o normal seria os personagens do primeiro livro, que estavam no Brasil, ficarem meio sumidos, certo? Errado. Ficamos sabendo muito sobre a Gabi, a Natália, o Alberto e todos os outros como se ainda estivessem ali do ladinho da Fani. De que jeito? Fácil… via emails! Continuamos por dentro de tudo o que acontece com eles, não perdemos o contato da mesma forma que a Fani não perde. E isso também cria momentos muito engraçados como alguns emails da Natália e do Alberto, ou da Priscila com suas “fofocas” hilárias. O mais sumido mesmo acaba sendo o próprio Leo. Ainda são apresentados novos personagens como a família da Fani na Inglaterra (sua irmã Tracy ganha destaque), além de sua nova amiga Ana Elisa.



"As “dores de amores” irão te acompanhar para sempre. Não sofrer significa não amar. Quando entregamos nosso coração para alguém, estamos atestando que não somos mais os únicos responsáveis por ele, nossa felicidade passa a estar também nas mãos de outra pessoa. Algumas vezes, essa pessoa nos entrega o próprio coração em retorno, e aí nos sentimos preenchidos. Ao contrário , quando ela prefere manter seu coração para si (ou entrega-lo para outro), ficamos super vazios, pois apenas o nosso já não nos basta."

“Sinceramente, eu não sei se já estou preparada para me envolver com outra pessoa, mas acho que, se eu não tentar, eu nunca vou saber. O que eu tenho certeza é que não gostei de você ter ido embora da peça sem falar comigo. E que senti sua falta no aniversário da Tracy. E que agora a pouco fiquei com ciúmes por te ver com as minhas colegas. E que só de imaginar que ia te encontrar, hoje mais cedo, me senti feliz por perceber o meu coração disparado, ao constatar que ele ainda está vivo.”


“Saudade. E saudade, eu descobri, não tem nada de romântico, como os poetas costumam descrever. Saudade é ruim, dói, sufoca, faz com que nada tenha graça e que a gente fique pensando na pessoa que provocou o tempo todo.”


É isso, gente! Gostaram? Quem aí já chegou a ler esse livro ou a série toda?  E se você tiver um favorito, me conta aí também. Eu confesso: fico entre esse e o quarto livro, então não sei dizer com exatidão qual é o meu favorito. Digamos que estou divida, 50% pra um e 50% pra outro, haha. Mas calma, ta... não é porque estou divida entre os dois que eu não ame os outros (o primeiro e o terceiro)! Amo todos, de verdade! Essa série fez eu me apaixonar ainda mais pela leitura, a Paula é minha escritora favorita. Ahhh, pra terminar, como eu disse na resenha do primeiro livro: foi mal pelos possíveis spoilers, mas vão se acostumando, porque vai ser assim até o quarto e último livro! Ok? Ok.

Um beijo.

8 comentários:

  1. "As “dores de amores” irão te acompanhar para sempre. Não sofrer significa não amar. Quando entregamos nosso coração para alguém, estamos atestando que não somos mais os únicos responsáveis por ele, nossa felicidade passa a estar também nas mãos de outra pessoa. Algumas vezes, essa pessoa nos entrega o próprio coração em retorno, e aí nos sentimos preenchidos. Ao contrário , quando ela prefere manter seu coração para si (ou entrega-lo para outro), ficamos super vazios, pois apenas o nosso já não nos basta." m e u D e u s
    eu li o livro e é maravilhoso, but terei que reler o 1 e o 2 para ler o 3 e o 4, pois boa parte da história sumiu de minha mente. Adorei o post!

    http://adolescenciavazia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu estou meio por fora de lançamento de novos livros, por isso não conheço essa série, mas a autora eu já ouvi falar. Gostei, quem sabe num futuro próximo né hehe
    Beesos
    Blog Coisas da Carol

    ResponderExcluir
  3. Amei o designe do seu blog, muito bonito. Os livros nos fazem viajar, não tem como não amar ler, fiquei muito curiosa pra ler o livro, confesso que não tinha me interessado antes. Parabéns!! E muito sucesso pra você!
    http://www.doseujeitoblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. A Paula é ótima, ainda não vi um livro dela que não tenha gostado
    infelizmente ainda não li essa serie, mas já esta na minha meta faz um tempo

    Mil beijocas
    ⋙ ♥ SORTEIO box Nicholas Sparks

    ResponderExcluir
  5. ahh eu sou doida para ler esse livros, mas ainda nao consegui, rs

    Beeijos, te espero lá no meu blog ♥

    http://www.paaradateen.com
    http://www.facebook.com/PAARADATEEN

    Já conhece meu canal no youtube? Lá tem vídeos novos toda semana! ♡
    www.youtube.com/paaradateen

    ResponderExcluir
  6. Adorei a resenha! O livro parace ser muito bom! Os quotes descrevem o que muita garota já passou na vida real! Obrigada pela dica!
    Beijos

    http://www.acessojovem.com.br

    ResponderExcluir
  7. Preciso ler esse livro o quanto antes! E a sua resenha só me deixou com mais vontade de ler.

    http://quemtemcerteza.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir

Olá! Dê sua opinião sobre o que você acabou de ler. Ficarei feliz em saber o que você achou. Mas por favor, não deixem comentários que não tenham nada a ver com o post ou então que sejam só de divulgação. Comentários assim serão excluídos! Voltem sempre :D

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo